domingo, maio 16, 2010

OS ANOS 00: OS PIORES FILMES DA DÉCADA

  • 25 - Crossroads - Um filme pra promover a fase “not a girl, not yet a woman” de Britney Spears, trazia um enredo tão fraco e uma mocinha tão canastrona que só mesmo os fãs mais xiitas de Britney conseguem se divertir assistindo.
  • 24 - Norbit – Tirando o Burro do Shrek, todo filme de Eddie Murphie nos últimos anos é uma meleca. Esse aqui se sustenta unicamente em uma piada: a mulher obesa que Eddie interpreta. Um filme que eu não sei como acaba por que não consegui ver até o final.
  • 23 - Prova de vida - Meg Ryan e Russel Crowe se engraçaram no meio das filmagens e ela resolveu dar um pé no marido Dennis Quaid. Mas o tititi em torno do ramance rendeu mais que o filme, que virou água. Eu acho que o Dennis saiu no lucro, viu?
  • 22 - Eliana e o segredo dos golfinhos - Bem, difícil dizer sobre o que se trata além do título, mas é basicamente sobre a loirinha dos dedinhos nadando no mar com um bando de golfinhos.
  • 21 - Efeito Borboleta 2 - Quando um filme faz sucesso e sua continuação não conta com o elenco, o diretor e o roteirista originais, tenha medo. Vá por mim, eles só querem o seu dinheiro.
  • 20 - Jogos Mortais IV – Tudo bem que os anteriores não eram lá grande coisa, mas depois de encerrar uma trilogia, os produtores resolveram curtir com a nossa cara a quantidade de sangue vertida é proporcional à de buracos no roteiro.
  • 19 - Cruzeiro das loucas Cuba Gooding Junior tem um Oscar em casa, mas não leva esse negócio muito a sério: é cada comédia mais tosca que outra. Essa aqui então é uma sucessão de clichês e piadas sem graça sobre gays.
  • 18 - Reencarnação - Nicole Kidman conhece menino que jura ser a reencarnação de seu marido, morto dez anos antes. Até sensualiza com o pivete, mas descobre que ele é louco e inventou tudo. Contei o final? Veja pelo lado bom, te poupei de ver um filme horroroso.
  • 17 - A mexicana – Julia Roberts e Brad Pitt conseguiam cada um lotar cinemas em 2001. Juntar os dois era certeza de sucesso garantido, certo? Pois parece que não sobrou dinheiro pra fazer um roteiro decente e o filme virou um guacamole estragado.
  • 16 - Um show de verão - É aquele filme em que Angélica fez par com Luciano Huck dentro e fora das telas. Mas tirando eles, ninguém mais se lembra desta vergonha alheia em forma de filme.
  • 15 - Mar aberto (2004) - Não confundir com Mar adentro, filmaço espanhol. Nesta baba aqui, um casal é esquecido no meio do mar e sem nada pra fazer resolve discutir a relação enquanto não vira comida de tubarão.
  • 14 - Diga que não é verdade - Os engraçados Irmãos Farrely (de Quem vai ficar com Mary?) derraparam feio nessa comédia sem graça e apelativa que ainda por cima desperdiça o talento de Sally Field.
  • 13 - À francesa - foi vendido como uma comédia estrelada por Naomi Wats e Kate Hudson, mas na verdade é um dramalhão tão confuso e bobo que constrange quem fez e quem assistiu esse filme.
  • 12 - Um amor pra recordar - Mocinha boazinha e virginal consegue regenerar bad boy através do amor. Pois bem, depois ele descobre que ela tem uma doença e aí ela morre. Parece um capitulo bem grande de Malhação.
  • 11 - Destino: Insólito - Casar com a Madonna não deu sorte ao Guy Richie, um diretor até estiloso. Ele bem que tentou fazer um filme quente, mas o casal de protagonistas (Madonna e Adriano Giannini) não colou, o enredo desandou e o filme naufragou. Até rimou.
  • 10 - Contato de risco - Ben Affleck e Jennifer Lopez, então conhecidos como “Bennifer”, eram o casal mais falado de Hollywood, mas juntar os dois num filme não deu certo. Primeiro pelo talento que eles NÃO têm, depois pelo filme em si, que era um abacaxi.
  • 9 - Xuxa e os duendes Um mundo mágico onde Xuxa é uma mocinha e seu galã é Gugu Liberato. Ah o enredo é pífio e os atores são ruins, mas isso já é natural num filme da Xuxa, né?
  • 8 - Xuxa e os duendes 2 no caminho das fadas – Não basta apenas ser uma porcaria, tem que render continuações. Neste, além da ruindade habitual ainda tem Ana Maria Braga como mãe da Xuxa e Vera Fisher vestida de Drag Queen.
  • 7 - Turistas – O filme mostra a visão que os gringos têm do Brasil: uma selva sem fim povoada por bandidos sanguinários e ladrões de órgãos. Se pelo menos o filme fosse bom , mas nem isso. Fomos ofendidos de graça.
  • 6 - Animal Rob Schinyder é aquele cara que sempre faz uma ponta nos filmes do Adam Sandler. Aqui ele bem que quis fazer graça sozinho, na história do policial que recebe órgãos de animais. Mas faltou o principal numa comédia: graça.
  • 5 - Instinto selvagem 2 – A continuação do sucesso de 1992 levou 14 anos e dizem que Sharon Stone só fez o filme pra não ter que pagar uma multa astronômica. O roteiro é sem pé nem cabeça, os atores não têm química, enfim um filme broxante.
  • 4 - Carne viva - Meg Ryan (de novo ela!) apareceu nua pela primeira vez nessa bomba em forma de filme. Mas ela já tinha passado do ponto e quem viu os peitinhos (e bota “inho” nisso) dela ficou um bom tempo traumatizado.
  • 3 - Aquária - Sandy e Júnior. No deserto. No futuro. Enredo inexistente, tudo no filme era desculpa pra tentar vender uma possível carreira no cinema da dupla. Ainda bem que não vingou. Também pudera: até a areia do deserto tinha mais expressividade que os dois.
  • 2 - A reconquista - No ano 3000 John Travolta é um alienígena de trancinhas, num dos papéis mais ridículos de todos os tempos. O enredo se baseia nos fundamentos da Cientologia, religião de Travolta e Tom Cruise, entre outros astros. Dá pra ver que esse povo não bate bem né?
  • 1 – Glitter – Misture Cinderela baiana com Spice world, retire todo o humor involutário que poderia resultar, acrescente Mariah Carey e seus agudos insuportáveis e descubra porque eu fiquei traumatizado depois de ver isso.

Um comentário:

mihuda disse...

A maioria dos filmes que estão na lista não vi por puro instinto de que seriam ruins... Que bom que alguém assistiu para me dizer que eu estava certa em não perder meu tempo com eles.
Ao mesmo tempo sinto que você tenha perdido boas horas de vida com eles, hahaha...
Mas adorei cada um dos resumos! :D