quinta-feira, janeiro 28, 2010

OS ANOS 00: OS FILMES DA DÉCADA

  • 25 - Pequena Miss Sunshine (2006) - O “filme da kombi amarela” foi uma simpática surpresa por ser bom, barato e disputar em pé de igualdade com os grandes estúdios prêmios importantes.
  • 24 - Quase famosos (2000) - Cameron Crowese inspirou na sua juventude para filmar este road movie sobre uma banda de rock conquistou público e crítica e ainda nos apresentou Kate Hudson. Yes!
  • 23 - Procurando Nemo (2003) - Desde O rei leão não se via tantos marmanjos se emocionando e até chorando (tipo eu) vendo um filme de criança.
  • 22 - Fahrenheit 9/11 (2004) - Com este documentário o diretor Michael Moore põe mais lenha nas discussões sobre a guerra do Iraque, a paranóia americana e os podres da família Bush
  • 21 - Moulin Rouge (2001) - O filme de Baz Lurhman trouxe de volta o musical, gênero que andava em baixa havia décadas, só que com uma roupagem deliciosamente pop.
  • 20 - Tropa de elite (2007) - Um personagem que entrou para a história, a polêmica discussão sobre drogas e sobre os bastidores da polícia, além do poder da pirataria no mercado cinematográfico. Precisa mais?
  • 19 - Encontros e Desencontros - Sofia Copolla, filha você sabe de quem, se firmou como excelente diretora nesta comédia sensível que revelou Scarlet Johanson como a deusa loura da década.
  • 18 - Wall-e (2007) - Com esta animação a Disney conseguiu elevar o desenho animado ao patamar de filme de arte. E os desenhos animados atingiram um nível tão alto que obrigou a Academia a criar uma categoria pra premiar com o Oscar os melhores longas de animação.
  • 17 - O diabo veste Prada (2006) - A chick-lit (literatura para garotas) tomou o lugar das comédias melosas, agora além de suspiros, as mocinhas querem roupas caras, sapatos maravilhosos e claro, subir na vida.
  • 16 - Borat (2006) - Quando as comédias americanas já não passavam de paródias e pastelão adolescente, Sacha Baron Cohen apareceu com um filme inusitado, corajoso e fez rir com a visão que os americanos têm de si mesmo e seus preconceitos.
  • 15 - O homem que copiava (2003) - Há dez anos era impossível imaginar um roteiro tão inteligente feito no Brasil. Mas Jorge Furtado reuniu um superelenco pra contar essa divertida história, cheia de reviravoltas e citações.
  • 14 - Batman - O Cavaleiro das Trevas (2008) - O melhor Batman já feito, elevou o nível dos filmes de super heróis além de trazer Heath Ledger como o Coringa definitivo e sua despedida dos cinemas.
  • 13 - A viagem de Chihiro (2004) - Quem achava que Alice no pais das Maravilhas era um filme muito louco, ficou de queixo caído com o roteiro de Hayao Miyazaki, que de tão bonito e fantasioso levou o Oscar de melhor animação.
  • 12 - Closer (2004) - A já clássica cena do streep-tease da Natalie Portman não sai da cabeça de quem viu este filme sobre a fragilidade das relações nos anos 00. E a canção tema, Blower’s daughter embalou os casais desta década.
  • 11 - Sin City (2005) - Robert Rodriguez nos deu de presente uma adaptação à altura dos quadrinhos de Frank Miller, com uma estética marcante e um estilo único.
  • 10 - Homem-aranha (2002) - A tão aguardada versão para as telas do cabeça de teia foi decisiva para as demais adaptações de quadrinhos. E foi além: não decepcionou ao fãs de quadrinhos e ainda conseguiu agradar o resto da platéia.
  • 9 - O segredo de Brokeback Mountain (2005) - Hollywood finalmente amadureceu para histórias de amor entre pessoas do mesmo sexo e Ang Lee mostrou sensibilidade para contar uma história sobre gays sem cair no lugar-comum.
  • 8 - Juno (2007) - Uma ex-stripper e blogueira com uma história incomum já daria um bom roteiro. Mas se ela for Diablo Cody, ela pode nos oferecer um filme originalíssimo sobre uma adolescente grávida e ainda ir receber seu Oscar de vestido de oncinhha.
  • 7 - Senhor dos Anéis (2001-2003) - Os amantes de cinema sentiam falta de filmes de fantasia que não ofendessem nossa inteligência. Foi quando Peter Jackson saiu lá dos confins da Nova Zelândia com a saga de J. R. R. Tolkien em forma de superprodução e ressuscitou a mania dos nerds de ir ao cinema fantasiado.
  • 6 - Fale com ela (2002) - Almodóvar já era cultuado e tinha uma legião de fãs, mas se tornou mainstream quando ganhou o Oscar pelo roteiro deste filme que conta com a luxuosa participação de Caetano Veloso, amigo do cineasta.
  • 5 - Cidade de Deus (2002) - Fernando Meirelles e Kátia Lund ganharam o mundo e conquistaram o Brasil com um filme forte, violento, mas muito, muito pop. E de quebra teve Zé Pequeno com sua frase imortal: “Dadinho é o caralho! Meu nome agora é Zé Pequeno!”
  • 4 - O Fabuloso Destino de Amelie Poulain (2001) - O filme francês conquistou a todos com sua fotografia colorida, sua temática otimista e pelos olhões negros de Audrey Tatou. É o filme mais bonitinho da safra 00.
  • 3 - Kill Bill (2003/2004) - Tarantino mostra nos dois filmes da saga da Noiva (Uma Thurman) porque é o diretor mais pop do cinema: western sapaguetti, seriado de Kung fu, quadrinho japonês, tudo num caldo de sangue jorrando como nunca antes. É o tipo de filme que já nasce clássico.
  • 2 - Alta fidelidade (2000) - E por falar em pop, esta foi a década em que ele definiu nossas vidas, como foi mostrado no ótimo filme do diretor inglês Stephen Frears, do também ótimo livro de Nick Hornby. As nossas angústias e nosso medo de crescer, segundo o filme, estão intimamente ligados ás musicas que ouvimos.
  • 1 - Brilho eterno de uma mente sem lembranças (2004) - O recurso do "filme quebra-cabeça" foi muito utilizado nesta década, algumas vezes com um bom resultado, outras nem tanto mas Michel Gondry conseguiu neste sensível filme atingir a perfeição, com um elenco inspirado, uma trilha excelente e um dos roteiros mais criativos dos últimos tempos

Um comentário:

mihuda disse...

Acho que a lista ficou bem completa, concordo com a maioria dos seus escolhidos, dos que eu lembro que na minha lista entraria é Novas Diretrizes (http://wp.me/pj982-Jq) que é lindíssimo!
beijos